terça-feira, 16 de novembro de 2010

Querido Diário - Faltam 29 dias

Essa manhã, um rapaz de seus 26 anos, acordou, cumpriu todas suas rotinas matinais, se arrumou, pegou sua moto e veio trabalhar. No caminho talvez pensasse em seus afazeres, talvez pensasse na família ou até em planos para o futuro. Há menos de um quilometro do trabalho, ao ultrapassar um caminhão que levava peças para sua própria empresa, perdeu o controle de sua moto em um dos incontáveis e indecentes buracos que existem por aqui e caiu em baixo da carreta que, sem tempo para qualquer outra coisa, passou por cima dele. Morreu na hora.
Não tive muito contato com ele. Apenas algumas interações de corredor. Sentava-se no mesmo andar que eu e era sempre simpático. Mas esse episódio me deixou chocado e chateado o dia todo. Me levou a pensar como a vida é frágil, como nunca sabemos o que vai acontecer, como a vida é feita de pequenas decisões que tomamos e como esse tipo de coisa pode acontecer com qualquer um.
Hoje faltam 29 dias e o dia foi pesado, triste...

3 comentários:

Jana Viscardi disse...

ô, queridão! a vida é mesmo frágil, mas você sabe bem usufruir dela! em breve você estará de volta e, enquanto isso, vive mais intensamente os últimos dias de uma jornada que você, certamente, não vai mais esquecer.
Uma bitoca,

disse...

Moni, força aí e fica bem.
Agora já são 28 dias, te amo e volta logo.

Vilma disse...

Filho, sempre que a gente sabe de alguém jovem que morreu abruptamente, isso nos choca muito, mas infelizmente a vida é assim. De qualquer maneira, enquanto estivermos vivos, devemos aproveitar a vida da melhor maneira possível e acredito que vc sabe fazer isso, portanto, tente deixar a tristeza de lado e pense nas coisas boas da vida.
Bisous.